Publicado em: quinta-feira, 05/01/2012

Chuvas em Minas Gerais deixam 8 mortes

Nesta quarta-feira, dia 4 de janeiro, a Defesa Civil de Minas Gerais atualizou os dados sobre as chuvas que atingem o Estado. De acordo com o novo levantamento, oito pessoas morreram devido as tempestades que acontecem em Minas Gerais desde outubro. As últimas mortes aconteceram na terça-feira, na cidade de Guidoval.

De acordo com a Defesa Civil, João Paulo Coelho, de 81 anos, foi atingido pela cheia do rio e morreu dentro da própria casa na zona rural da cidade. Genésio Cândido Martins Filho, de 42 anos, faleceu levado pela correnteza quando desceu de uma árvore onde estava com a família.

Na quarta-feira, os bombeiros já tinham encontrado o corpo do taxista Denílson Maciel Araújo, de 26 anos, que ficou soterrado durante o desabamento da rodoviária da cidade de Ouro Preto. Rita de Vieira de Souza, de 74 anos, ainda está desaparecida em Santo Antônio do Rio Abaixo. Ela residia às margens do córrego dos Bambus e foi levada em 30 de dezembro.

O Corpo de Bombeiros buscam por duas pessoas que estão desaparecidas em Brumadinho, depois que sofreram um acidente de barco. O acidente aconteceu por volta das 16 horas, e duas pessoas, de acordo com testemunhas, foram levadas pela correnteza do rio. A Defesa Civil registra que 119 cidades já foram atingidas pelas chuvas e 66 decretaram situação de emergência.