Publicado em: segunda-feira, 13/01/2014

Chuva forte causa destruição e causam manifestações de deixa 150 casas alagadas

Chuva forte causa destruição e causam manifestações de deixa 150 casas alagadas O município de Castro, no Paraná, deixou aproximadamente 150 casas alagadas depois que uma chuva forte atingiu a região na noite de sexta feira (10), segundo o Corpo de Bombeiros.

A Prefeitura informou que os bairros mais afetados foram o Vila Jeová, o Jardim São Francisco e o Jardim Primavera. A boa notícia é que não houve registros de mortes ou feridos e também não há desalojados ou desabrigados.

A chuva começou no início da noite, por volta das 13:30 e próximo das 21:30. O nível da água ficou acima do nível casas e isso contribuiu para o alagamento das residências. Os bueiros já estavam entupidos e não suportaram a quantidade de água que caiu.

Ludiele Marcowicz, secretária municipal de Família e Desenvolvimento Social esteve no sábado (11) visitando o bairro Jardim São Francisco e conversando com cada família. Teve acesso às necessidades dos moradores e prometeu a entrega de cesta colchões, cesta básica e outros itens.

O maior prejuízo que a chuva forte trouxe foi com os móveis e alimentação. Duas famílias procuraram a prefeitura para solicitar alojamento na noite de sexta-feira (11), mas já estão fazendo a limpeza em suas casas.

Uma reunião foi marcada para sábado com lideranças comunitárias para investigar as necessidades das famílias e também verificar uma melhoria nas ruas afetadas.

As regiões afetadas sofrem mais por estarem em áreas de manancial. Segundo a secretária, esse tipo de chuva é atípica e com a ocupação das casas a situação só tende a piorar, por isso a secretaria vai continuar dando assistência aos moradores que sofreram com a tragédia.

A PM (Polícia Militar), atendeu várias ocorrências de manifestações populares após a chuva. Aproximadamente 400 moradores do bairro Jardim Primavera fecharam uma das vias e jogaram fogo nos pneus, colchões e móveis. Segundo a polícia os manifestantes atacaram as equipes com fogos de artifício e um jovem foi preso e conduzido à delegacia de Castro.