Publicado em: sexta-feira, 17/02/2012

Chip permite tratar osteoporose à distância

Uma pesquisa que deve ser apresentada na conferência anual da Sociedade Americana para a Promoção da Ciência (AAAS), entre os dias 16 e 20 de fevereiro, em Vancouver no Canadá, mostrou que é possível controlar, por controle remoto, um chip implantado no corpo humano para liberar medicação e tratar a osteoporose.

Essa técnica foi testada para o tratamento dessa doença, mas, no futuro, pode ser aplicada para tratar o câncer, por exemplo. O estudo foi publicado na revista Science Translational Medicine e realizado na Dinamarca com um grupo de sete mulheres com osteoporose. A doença é caracterizada pelo enfraquecimento dos ossos e atinge principalmente o sexo feminino.

Aparelho substituirá doses de remédios e injeções

Segundo Robert Farra, que desenvolveu o chip eletrônico, essa técnica evita que os doentes precisem tomar injeções e medicamentos todos os dias. Farra é um dos coautores deste estudo juntamente com outros pesquisadores. O trabalho é realizado em parceria entre o Massachusetts Institute of Technology (MIT), a faculdade de medicina de Harvard e a Universidade Case Western Reserve.

A inovação proporcionada pelo novo chip é que este, ao contrário daqueles já criados anteriormente que liberavam o medicamento aos poucos, terá um controle remoto que será acionado quando necessário. Com essa rapidez, o medicamento entra no sangue como se fosse uma injeção, salientou o pesquisador. O novo chip tem o tamanho de um marcapasso e, ao longo do tempo, poderá ser mais econômico do que as injeções diárias de medicamentos.

Para fazer o teste, os pesquisadores implantaram o chip em sete mulheres com idades entre 65 a 70 anos. O aparelho fica posicionado logo abaixo da cintura e a colocação pode ser realizada por clínicos gerais, nos próprios consultórios e exige apenas uma anestesia local. As idosas que participaram do teste foram observadas num período de 12 meses e foi possível constatar que o chip libera o medicamento usado para o tratamento (teriparatide) de forma eficaz.