Publicado em: segunda-feira, 03/02/2014

Chinesas solteiras alugam companheiros

Chinesas solteiras alugam companheirosA festa de ano novo na China é comemorada na noite de lua nova que mais se aproximar do dia em que o sol transita pelo 15º de aquário, no caso ontem (31 de janeiro) e é a festa mais importante do calendário chinês. Para celebrar, acontecem espetáculos de danças tradicionais nas ruas, são acesos incensos, e a multidão reza por boa sorte no ano que se inicia. Os chineses viajam para os lugares onde nasceram para festejar com suas famílias e, como a comemoração dura vários dias a previsão é que aconteçam aproximadamente 3,6 bilhões de viagens.

E é nesse reencontro com as famílias que muitas chinesas passam por uma verdadeira prova de fogo, interrogadas por ainda não terem casado recebem sermões dos parentes. É que na China, ser solteiro após os 30 anos é um tabu, principalmente para as mulheres. Após os 27 anos as mulheres já são consideradas encalhadas e recebem o apelido pejorativo de “sheng nu”, que significa sobra. Essa situação, e a angústia que causa, deram origem a um comércio de namorados que alugam sua companhia para diminuir o estresse do feriado, uma vez que assim as chinesas solteiras escapam de ter que ouvir questionamentos. Com tamanha pressão, jovens chegaram a ser hospitalizadas com esgotamento nervoso.

Solução

Os anúncios de namorado de aluguel podem ser encontrados na internet, em sites populares de venda, com diversas opções e valores. O serviço tem centenas de clientes, durante todos os meses, mas no ano novo é quando o serviço é mais procurado. Mas o preço para um feriado agradável e sem ser importunada por parentes é um pouco alto: em média 2000 yuans por dia (o que dá cerca de 800 reais), sem contar as despesas com deslocamento. Como esse valor corresponde à renda média da população chinesa o preço não é acessível para qualquer solteira, apenas para aquelas que possuem uma boa renda.