Publicado em: terça-feira, 02/03/2010

Chile sofre com saques

Após o terremoto que resultou na morte de mais de 700 pessoas, o Chile agora sofre com os saques a residências e estabelecimentos comerciais.

De acordo com o governo chileno, após o tremor de terra – ocorrido na manhã do último sábado (27), que atingiu a marca de 8.8 pontos da escala Richter – foram registrados diversos saques, devido a falta de alimentos e a situação de completo abandono em algumas regiões.

A ocorrência de saques e violência obrigou a presidente do Chile enviar tropas militares para a região de Concepción, principal afetada pelo terremoto, além de ter decretado o toque de recolher nestas localidades. A região afetada pelo tremor já conta com a presença de aproximadamente cinco mil militares.

O terremoto no Chile teve proporções desastrosas no país sul-americano. Até terça-feira (2), 723 mortos já haviam sido contabilizados. De acordo com o governo chileno, estima-se que mais de dois milhões de pessoas foram afetadas pelo tremor.