Publicado em: segunda-feira, 16/02/2015

Chico Pinheiro quebra regra da Globo e surpreende telespectadores

No último final de semana, durante a transmissão da programação de carnaval da Rede Globo, o apresentador Chico Pinheiro surpreendeu o público e já virou assunto entre os internautas ao quebrar uma regra da emissora e mencionar o nome da empresa patrocinadora do estádio do Palmeiras. O comentário aconteceu durante a cobertura do primeiro dia de desfiles de carnaval do grupo especial em São Paulo, na sexta feira 13 de fevereiro, durante o desfile da Mancha Verde, que realizou uma homenagem ao clube verdão.

O estádio é o Allianz Parque e Chico Pinheiro mencionou o nome da empresa durante a cobertura, mesmo a emissora seguindo a regra de não mencionar o nome de empresas ou marcas durante as transmissões esportivas. A Globo chegou até a adaptar o nome do estádio do time paulista para Arena do Palmeiras, para não mencionar o nome da empresa de seguros que patrocina o estádio. A escola de samba Mancha Verde, que é oriunda de uma torcida organizada do Palmeiras, teve como tema este ano a história do próprio time, levando ao sambódromo do Anhembi um carro que trazia uma réplica exata da arena.Chico Pinheiro quebra regra da Globo e surpreende telespectadores

O público, que também é torcedor do Palmeiras, não deixou a gafe passar batida e logo o assunto virou assunto nas redes sociais. Os internautas brincaram insinuando diversas vezes que o jornalista chegaria a ser demitido pelo erro. Os usuários postavam que Chico Pinheiro iria tomar uma grande bronca por ter chamado o local de Allianz Parque.

Outros chegaram a insinuar que o jornalista chegaria até a ser demitido por justa causa, e até mesmo que Chico Pinheiro deveria começar a procurar por um novo emprego, que esse descuido não seria perdoado. Desde o início das transmissões esportivas, quando a Globo transformou o nome do espaço em Arena do Palmeiras, os usuários e torcedores do time passaram a se referir à emissora apenas como RGT, uma referência à Rede Globo de Televisão, mas como protesto e provocação.