Publicado em: segunda-feira, 15/04/2013

Chi Cheng, baixista do Deftones, morre após ficar cinco anos em coma

Chi Cheng, baixista do Deftones, morre após ficar cinco anos em comaO baixista Chi Cheng, da banda americana Deftones, faleceu no último sábado (13), aos 42 anos, depois de ficar em coma por cinco anos, devido ao acidente de carro quase que fatal que sofreu no ano de 2008. No domingo (14) a família do músico informou por meio da rede social Facebook que Cheng faleceu depois que seu coração parou repentinamente de bater.

Na publicação os parentes do baixista agradeceram todas as mensagens de apoio que os fãs enviaram nos últimos anos, afirmando que Chi sabia que era muito querido e por isso nunca estava só. A família pediu que todos lembrem do músico como o grande homem que ele era no palco, e terminaram a nota sem dar mais nenhum detalhe sobre a real causa da morte do músico.

Jeanne Marie Cheng, mãe do baixista que ficou famoso por sua postura marcante, cabelo longo e corpo repleto de tatuagens, revelou ao site “Oneloveforchi” que ele deixou este mundo com ela cantando todas as músicas que ele gostava ao pé do ouvido.

Chino Moreno, vocalista do Deftones também usou o Facebook para lamentar o falecimento de Chi Cheng e escreveu uma mensagem pedindo para que o colega agora descanse em paz.

A banda Deftones foi criada em 1988 e alcançou o sucesso no finais dos anos 90 com o disco “White Pony”, que contava com o hit do momento “Change: in the house if flies).

A banda veio ao Brasil pela primeira vez em 2001, quando participaram do festival de música “Rock in Rio”. Depois disso voltaram mais três vezes ao país, em 2007, 2009 e por último em 2011, já sem Chi Cheng.

O baixista sofre um trágico acidente de carro no final de 2008, em Santa Claro nos Estados Unidos. De acordo com a “MTV” americana, Cheng estava no banco passageiro e não usava o cinto de segurança quando sua irmã perdeu o controle do carro.