Publicado em: segunda-feira, 01/08/2011

Chávez reforça que vai disputar eleições presidenciais em 2012

Ao mesmo tempo em que comemorou seu aniversário de 57 anos nessa quinta-feira (28), o presidente venezuelano, Hugo CHávez, reiterou que vai disputar as eleições presidenciais do seu país em 2012. O presidente da Venezuela deixou dúvidas quanto a possibilidade de concorrer mais uma vez para se manter no cargo por estar passando por uma fase delicada de combate ao câncer que teve seu tumor retirado no dia 20 de junho.

Com relação aos comentários que surgiram a respeito da possibilidade de Chávez não estar em condições de continuar na liderança do país, o presidente responde que “uma campanha, macabra, (de opositores) me colocava às portas da morte, mas a realidade é que estou em franca recuperação de uma enfermidade dura, mas que se derrota e vamos derrotá-la.” Além disso, o presidente desmentiu os boatos que teria passado por uma colostomia [procedimento médico para transferir as fezes a uma bolsa externa].

No momento, Chávez completou 12 anos no poder da Venezuela e sua perspectiva é fechar 30 anos na liderança do país. O que ficou evidente com os problemas de saúde de Chávez é que, caso ele deixe a condução da Venezuela, a revolução pregada pelo seu governo poderá se enfraquecer até ser esquecida pelos governantes.

Desde quando foi diagnosticado, Chávez tem feito menos aparições públicas e seus longos discursos ficaram cada vez mais raros. Ainda assim, o presidente se manifesta frequentemente pelo seu perfil no Twitter e sempre posta mensagens positivas, mostrando seu progresso na luta contra a doença.