Publicado em: quinta-feira, 26/01/2012

Chanceler alemã diz que lições da crise ainda não foram suficiente

Durante o seu discurso na abertura do Fórum Econômico Mundial, na cidade de Davos, nesta quarta-feira (25), a chanceler alemã, Angela Merkel, comentou que os país desenvolvidos ainda não apresentam um número de lições suficientes desde a crise econômica global de 2008 para conseguir contar a crise na zona do euro.

Angela Merkel disse que a possibilidade da União Europeias deixar de utilizar uma única moeda, o euro, é baixa. Ela comentou que dos 27 países que fazem parte do bloco econômico, 17 adotam a moeda. Na sua avaliação, a crise iniciada em 2008 nos estados Unidos ainda possui efeitos na Europa.

“Frequentemente nos perguntam que lições aprendemos a partir da crise de 2008 e se foram suficientes. Sendo realista, ou até pessimista, creio que a única resposta é que ainda não aprendemos lições suficientes”, falou.

A chanceler da Alemanha ainda falou que a inexistência de uma regularização para os sistema financeiro internacional, classificado para ela como um dos principais problemas que nos trouxe até essa crise”, e a falta de propostas junto às negociações da dívida grega ainda indicam que as economias mundial adotam planos de proteção a economia.

“Vamos ousar ser ainda mais ‘europeus’ em 2012. Não podemos deixar a crise abalar o projeto de paz, de integração e de cooperação que é a União Europeia”, pediu.