Publicado em: sexta-feira, 23/08/2013

Cerca de metade dos homens que vivem no Brasil não fazem exame de próstata

Cerca de metade dos homens que vivem no Brasil não fazem exame de próstataDe acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Urologia, também conhecida como SBU, quase metade dos homens brasileiros que estão na faixa etária de 40 anos nunca foram ao médico urologista e muito menos passaram pelo exame de toque. Dos brasileiros que tem esta faixa de idade, apenas 66% já estiveram no médico especialista e fizeram o exame de próstata.

Segundo informações fornecidas pelo Instituto Nacional de Câncer, somente no ano passado mais de 60 mil novos casos de câncer de próstata foram diagnosticados. O exame do toque busca identificar o problema e quanto antes ele for descoberto, maiores são as chances de cura.

A próstata é uma glândula que faz parte do aparelho reprodutor dos homens. Ela é a responsável por produzir o líquido seminal dos homens. Com o cuidado frequente com essa glândula, as pessoas do sexo masculino podem prevenir não só o aparecimento do câncer, como também de outras doenças.

Segundo especialistas em urologia, visitar o médico com frequência é muito importante para que seja feito o diagnóstico do câncer na próstata o quanto antes. A partir dos 40 anos de idade, todo homem deve passar pelo exame do toque para prevenir doenças nesta glândula. O exame de próstata é muito importante para a saúde do homem já que, quanto antes o problema for diagnosticado, mais chances há de se fazer um tratamento eficaz e as chances de cura são maiores.

Falta de instrução e preconceito

De acordo com a pesquisa feita pelo órgão em seis capitais brasileira, a maioria dos homens não passa pelo exame porque não sabem da real importância de cuidarem da própria saúde ou ainda por não terem aceso a esse serviço. Outro fator é o preconceito envolvendo o toque retal que é feito no exame de próstata.