Publicado em: terça-feira, 19/11/2013

Celine Dion teve traumas na escola

Celine Dion teve traumas na escolaO mundo dos artistas parece mesmo intocável e que só as pessoas comuns passam por situações difíceis na vida. Mas, a cantora canadense Celine Dion revela que passou por maus bocados no período de escola. Ela conta que era desrespeitada pelos colegas de sala e que não foi nada fácil passar por essa fase na infância e adolescência.

A cantora tem uma carreira consolidada no cenário internacional. Celine Dion conta que nem sempre foi assim. Ela afirma que passou por um período de profunda discriminação e desprezo nos tempos de escola. Com tanta recriminação, ela não tinha coragem de mostrar em público a sua paixão pela música e não tentava cantar.

Celine Dion passava longe das garotas tipicamente populares do colégio. Ela não era uma das mais bonitas e nem mesmo usava as roupas mais modernas. Por anos, a cantora sentiu-se muito desconfortável consigo mesma e se recusava a soltar a voz na frente de qualquer pessoa.

Os colegas tiravam sarro dela por conta dos dentes tortos e por ela vestir as roupas do irmão. Durante aquela fase, a família de Celine passava por dificuldades financeiras. As declarações foram feitas em uma entrevista para a rádio BBC.

A má fase passou e Celine Dion se tornou uma grande cantora. Atualmente, ela é casada com o produtor Rene Agelil, com quem tem TRE filhos. Mesmo assim, ela se considera um tanto quanto imatura por não conseguir superar as adversidades da infância. Hoje ela se considera uma pessoa muito feliz. Mas diz que quando se é mais novo, a felicidade não é percebida pelo que se sente, mas pela maneira como se olha para as outras pessoas.

Ela diz que quando se consegue amadurecer e crescer, é possível perceber o que realmente é importante para conseguir uma estabilidade emocional. Mas que isso só se aprende com a experiência de vida. Celine Dion ficou bastante conhecida pela música “My Heart Will Go On”, tema do filme “Titanic”. A cantora está com 45 anos de idade e é mãe de Rene-Charles, de 23 anos, além dos gêmeos Nelson e Eddy, de três anos.