Publicado em: sexta-feira, 26/04/2013

CBF demonstra que está irritada com ministros e Dilma

CBF demonstra que está irritada com ministros e DilmaA Confederação Brasileira de Futebol (CBF)quis comprar uma briga junto ao governo federal. Isto ocorre após a entidade divulgar uma nota nesta quinta-feira (25) através do seu site oficial em que faz ataques ao Ministério do Esporte devido aintenção de que seja adequado o calendário do futebol brasileiro com o modelo existente na Europa. Porém após algumas horas de ter sido publicado, a CBF porémvoltou atrás e retirou o texto dos seus servidores.

A informação de que a pasta queria que as datas do futebol nacional e europeu fossem equiparadas foi publicada durante a última terça-feira (23), e chegou a irritar a diretoria da confedereção, que se manifestou dizendo que fora soar como uma intervenção, esta proposição é feita por alguém quem não conhece a realidade do futebol.

O Presidente do Clube Atlético Mineiro, Alexandre Kalil foi porta-voz da CBF e atacou o ministro do esporte Aldo Rebelo, ele falou que para que se possa mudar o calendário é necessário que seja conversado com pessoas do ramo, o que segundo Kalil, o Rebelodefinitivamente não é.

A nota que tinha sido divulgada durante a manhã, havia sido retirada do site à noite. Conforme a assessoria de imprensa da Confederação, esta decisãode que o texto fosse retirado foi de cunho editorial. Porém esse episódio mostrou o atrito que existia entre governo federal e entidade que antes era velado.

Conforme o entendimento da CBF, o governo federal não pode intervir nas decisões que forem tomadas por ela, pois se trata de uma entidade privada. Conforme aponta pessoas que estão ligadas com a confederação disseram que o presidente José Maria Marin da CBF chegou a contatar os presidentes de clubes para que eles se manifestassemde maneira contrária com a proposta para a alteração do calendário.