Publicado em: quinta-feira, 01/08/2013

Castroneves diz que teria se arrependido caso negociações com a F1 tivessem dado certo

Castroneves diz que teria se arrependido caso negociações com a F1 tivessem dado certoO automobilismo é um sonho da vida de muitos brasileiros, que foram influenciados por nomes de grandes nomes de pilotos brasileiros, como Nelson Piquet e Aytonn Senna. Muitos dos brasileiros que trilharam um caminho no automobilismo até a Fórmula 1, categoria mais conhecida pelo público, passaram antes por outras modalidades de corrida até conquistarem o sonho de estar na Fórmula 1.

Mas mais recentemente, a partir dos anos 80, a Fórmula Indy começou a se destacar como um caminho alternativo para quem quer conquistar o topo do automobilismo. A categoria norte-americana tem grande presença dos brasileiros, inclusive quando levamos em consideração os seus campeões.

Depois de ter nomes de brasileiros como Emerson Fittipaldi, Gil de Ferran, Cristiano da Matta e Tony Kanaan campeões da categoria, parece que neste ano, mais uma vez, a Fórmula Indy terá um campeão brasileiro: Hélio Castroneves. O piloto é o atual líder da temporada, além de já ter ganho três vezes a 500 milhas de Indianápolis, uma das corridas mais tradicionais do automobilismo do mundo inteiro.

O brasileiro, que corre pela equipe Penske, está com 425. O segundo colocado da categoria, Scott Dixon, tem 29 pontos a menos do que Helio Castroneves, que já está correndo na Indy a 15 anos, mas nunca conseguiu um título.

Fórmula 1

Anos atrás, em 2002, o piloto até chegou a fazer testes para entrar na Fórmula 1. Hoje em dia, no entanto, ele diz que poderia estar arrependido caso, na época, tivesse decidido mudar de modalidade de corrida. Em entrevista, ele relembrou do tempo que fez testes para entrar na Toyota e disse que sua ida para a Fórmula 1 não aconteceu por conta de questões classificadas por ele como políticas, apesar de ele ter se dado bem com o carro da equipe e ter tido um bom desempenho na pista.

Na época, no entanto, quem acabou sendo contratado foi o piloto Cristiano da Matta. Castroneves relembrou que foi uma decisão importante continuar num lugar onde o queriam como piloto e não ter mudado de categoria por conta de um sonho.