Publicado em: terça-feira, 14/02/2012

Caso Eloá – julgamento de Lindemberg entra no segundo dia

O julgamento de Lindemberg Alves Fernandes, acusado de matar a ex-namorada, Eloá Pimentel, entra no segundo dia nesta terça-feira (14) e o acusado pode falar sobre o crime pela primeira vez na Justiça. Está previsto para ocorrer o último dos cinco depoimentos das testemunhas de acusação, o do irmão mais velho da vítima, Ronickson Pimentel dos Santos. Além dele, também serão ouvidas as dez testemunhas de defesa.

No primeiro dia, foram ouvidos Nayara Rodrigues, Iago Vilela e Victor Lopes, que permaneceram em cárcere privado com a vítima, em Santo André, no ABC Paulista, além de um sargento da Polícia Militar. A amiga de Eloá, Nayara Rodrigues,que também foi vítima de Lindemrberg, começou a depor por volta das 15h de ontem (13) e terminou às 17h. Durante o depoimento, ela ressaltou que tinha uma “boa relação” com o acusado de ter matado a sua amiga durante o sequestro ocorrido em Santo André, no ABC Paulista, em 2008.

Ainda segundo o depoimento da jovem, o relacionamento de Limdemberg e Eloá, tinha “idas e vindas” e o acusado já havia agredido a amiga em um ponto de ônibus. Nayara conta que durante o tempo em que as duas estudantes estavam em cativeiro, Lindemberg ficava o tempo todo com a arma e agredia muito Eloá.

Os amigos de Eloá, Iago e Victor, que também foram mantidos reféns no primeiro dia, contaram que Lindemberg estava determinado a matar todos eles e se matar em seguida. Já a defesa, exibiu reportagens questionando a ação do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e também da cobertura sensacionalista da imprensa.