Publicado em: sábado, 12/05/2012

Casamento homossexual pode decidir eleições dos EUA

Após suas declarações a favor do casamento homossexual, o atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pretende mobilizar os jovens do país a irem às urnas em novembro. Para isso, o candidato democrata à reeleição tenta atenuar o conservadorismo de seu provável rival, o republicano Mitt Romney. No entanto, Obama poderá perder votos em Estados decisivos.

Em uma entrevista para a “ABC”, o atual presidente afirmou que a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo deve continuar sendo de responsabilidade dos próprios Estados e não uma competência do governo federal. A declaração de Barack Obama colocou em pauta os direitos dos homossexuais no país.

Ponto de vista

Depois de muitos anos sem tocar no assunto, Barack Obama teve de tomar uma posição a respeito do tema. Após anunciar seu ponto de vista, provavelmente o atual presidente norte-americano consiga se favorecer com o eleitorado. Um dos casos é com a população jovem, que teve papel importante na vitória do democrata em 2008.

Mitt Romney, no entanto, teve de mostrar sua posição contrária ao casamento homoafetivo, colocando-o do lado minoritário dos eleitores do país. Romney teve até mesmo de se retratar publicamente por atitudes que teve no colégio. O candidato republicano teria feito parte de um grupo que humilhava e, possivelmente, agredia um colega homossexual.