Publicado em: sexta-feira, 16/03/2012

Cartões de crédito crescem 550% em 10 anos

Se há um setor no Brasil que cresceu acima da média é o segmento de cartão de crédito. Esse aumento, segundo pesquisas, está relacionado ao aumento dos empréstimos e da entrada de mais brasileiros para a sociedade do consumo. Esses dois movimentos se intensificaram nos últimos anos e impulsionaram o uso de cartões, fazendo com que o setor crescesse mais de 550% na última década. O crescimento em cada ano sempre foi superior a 20%, o que equivale a cinco vezes mais que o valor do PIB. A expectativa é que este aumento que ocorreu nos últimos 10 anos continue nos próximos.

As empresas líderes do setor são a Visa e o Mastercard, no entanto há pequenos investidores que querem investir neste mercado. Um deles é Waldemar Petty, ex-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) e que já trabalhou para a Visa. O investidor está criando uma nova bandeira para concorrer com essas duas grandes empresas que ocupam mais de 90% do mercado sozinhas. Petty possui R$ 5,8 milhões e está investindo na nova rede.

Embora o mercado esteja dominado por duas grandes empresas, o investidor pretende oferecer um diferencial. Trata-se de um prazo mais estendido. A ideia de Petty é fazer com que as pessoas possam parcelar compras em até 200 vezes, inclusive de produtos baratos, como uma geladeira, por exemplo. Além disso, o foco da nova empresa será a classe C, ou seja, as pessoas que acabaram de sair das classes D e E no país. A estimativa é que até julho seja vendido mais de 600 mil cartões. Espera-se 2 milhões em dois anos. Além disso, Petty pretende diminuir os gastos das lojas com a máquina, que hoje chega a R$ 188. O objetivo é cobrar somente R$ 30.