Publicado em: terça-feira, 02/08/2011

Carta aberta a autor confesso dos ataques na Noruega ganha popularidade na internet

Sobrevivente ao atentado terrorista na Ilha de Utoya no dia 22 de julho, o jovem Ivar Benjamin Oesteboe, de 16 anos, escreveu uma carta aberta ao autor confesso, Anders Behring Breivik, a qual tem circulado pela internet. O sucesso começou com a publicação do texto no perfil do Facebook do norueguês que participou do acampamento do Partido Trabalhista na Ilha. Para sobreviver, Oesteboe conseguiu se esconder com outros jovens enquanto Breivik atirava contra aqueles que não conseguiram fugir.

Em um trecho da carta, Oesteboe escreve “você se refere a si mesmo como um herói, um cavaleiro. Você não é um herói. Mas uma coisa é certa: você criou heróis. Em Utøya, aquele dia quente de julho criou alguns dos maiores heróis que o mundo já viu, você fez com que todos os povos do mundo se unissem. Negros e brancos, homens e mulheres, crianças e adultos, vermelhos e azuis [referências às cores dos partidos políticos], cristãos e muçulmanos.”

Durante a primeira cerimônia de enterro de uma das vítimas do atentado à Ilha de Utoya, o primeiro-ministro norueguês, Jen Stoltenberg, afirmou que a Noruega não iria se chocar ou se deixar intimidar. Além disso, o premiê noruegues defendeu que “vamos responder ao ódio com amor.”

Além do ataque contra os jovens no acampamento de Utoya, Breivik também orquestrou a explosão no centro político de Oslo, capital do país. Quando a polícia chegou ao local do acampamento, Breivik se entregou sem demonstrar sinais de que iria resistir. O autor confesso já prestou dois depoimentos, mas o caso deverá ser julgado somente em 2012.