Publicado em: segunda-feira, 13/02/2012

Carro desgovernado mata um e fere 38 em ensaio da Portela

Um atropelamento, seguido da explosão de uma granada, deixou um morto e feriu 38 pessoas durante ensaio da escola de Samba Portela, do grupo Especial. O acidente aconteceu no início da noite desse domingo (12), quando durante uma perseguição policial um carro desgovernado invadiu o ensaio, que ocorria na estrada do Portela em Madureira, Zona Norte do Rio.

De acordo com testemunhas no local, o carro era uma Mercedes branca e o motorista fugiu sem prestar socorro. A granada que explodiu logo em seguida atingiu a estrada após a passagem do carro. O diretor de harmonia da Portela, Alex Fab, informou que o público ainda aguardava o início do ensaio técnico quando foi surpreendido pelo carro desgovernado.

Ainda segundo testemunhas, motos tentaram perseguir o carro em fuga, após o atropelamento, mas não tiveram sucesso. Os feridos foram encaminhados para hospitais Carlos Chagas e Getúlio Vargas, zona norte do Rio e Souza Aguiar, no Centro. De acordo com a secretaria estadual de saúde, uma pessoa está internada em estado grave. As outras sofreram escoriações e fraturas.

Bombeiros e 14 viaturas dos quartéis de Jacarepaguá, Ricardo de Albuquerque, Irajá, Guadalupe e Campinho foram acionadas para o local. Segundo o comandante do 9º BPM (Rocha Miranda), tenente-coronel Gláucio Moreira da Silva, os policiais receberam um alerta via rádio de um carro roubado na região, porém ao tentar abordar o veículo, o suspeito fugiu em direção ao Viaduto de Rocha Miranda, no sentido Madureira.

O acusado invadiu o bloqueio montado pela Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) em função do ensaio da escola de samba e de desfiles de blocos de rua, e atropelou as vítimas.