Publicado em: sexta-feira, 10/02/2012

Carnaval 2012: greve de funcionários da Portela

A tradicional escola de samba do Rio de Janeiro, Portela, pode ter seu carnaval abalado devido a uma ameaça de greve de seus funcionários, que estariam há duas semanas sem receber salários. Dos 180 operários contratados para trabalhar no barracão da Escola na Cidade do Samba, mais da metade já teria abandonado o serviço.

Apesar de ainda contar com os que não aderiram à greve, a produção de alegorias e fantasias está atrasada. Além disso, um dos carros que precisaria de dez pessoas para ficar pronto a tempo possui apenas dois profissionais trabalhando.

Entretanto, mesmo com todo o contratempo, o presidente da escola, Nilo Figueiredo, garantiu que todo o cronograma será cumprido e o desfile não corre riscos. O dirigente ainda negou que os funcionários estariam em greve e afirmou que todos estão trabalhando normalmente. Ele apenas admitiu que alguns salários não estão em dia, mas que isso seria normal.

Por outro lado, pessoas ligadas à Portela contam que a diretoria prometeu quitar as pendências ainda nesta semana, pois se espera que a Escola receba uma verba, mas ainda não cumpriu o combinado. Os pagamentos dos vales-transportes também estariam atrasados.