Publicado em: quinta-feira, 03/04/2014

Canhão chama atenção em praia de Alagoas

Canhão chama atenção em praia de AlagoasBanhistas que estiveram na Praia do Francês, localizada em Marechal Deodoro (AL) tiveram uma surpresa no mínimo curiosa na manhã desta quinta-feira (3). Um grupo de rapazes disputava uma partida de futevôlei, quando um deles tropeçou em um objeto que, inicialmente, acreditou ser uma pedra.

Ele e os amigos decidiram desenterrar o objeto para evitar acidentes e,para espanto geral, descobriram se tratar de um canhão.

A Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro enviou uma equipe até o local, e constatou que o objeto realmente se tratava de uma antiga arma de guerra. O Instituto de Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Natural (IPHAN) foi acionado e também enviou profissionais até o local. Documentos estão sendo levantados em arquivos para que mais informações sobre o canhão sejam coletadas.

Enquanto não se define uma destinação adequada à peça histórica, a Guarda Municipal isolou a área, para que não haja danos ao canhão devido ao contato de pessoas que não sabem manusear corretamente com este tipo de objeto tão antigo. Ao desenterrar o artefato, os rapazes precisaram utilizar uma retroescavadeira, que estava na região para auxiliar no campeonato de surfe que acontece na Praia do Francês. Foram necessárias três horas de trabalho para remover completamente o canhão da areia.

Séculos de história

O objeto foi colocado na superfície, apoiado por um velho tronco de árvore, e foi o centro das atenções de quem passava pelo local. Ainda não há qualquer informação precisa sobre a que época pertence o artefato, mas especialistas em museologia acreditam que possa se tratar de um dos vários canhões utilizados durante os conflitos entre portugueses e holandeses que ocorreram na região no século XVIII.

Turistas e moradores da região ficaram empolgados com a descoberta, que ajuda a reconstruir um pouco da história do país. Ainda segundo especialistas, o fato pode ser comum caso haja buscas específicas, uma vez que nas praias da região foram registrados diversos combates.