Publicado em: sexta-feira, 08/08/2014

Campanha nacional de amamentação criada pelo Ministério da Saúde, tem Nívea Stelmann como madrinha

Campanha nacional de amamentação criada pelo Ministério da Saúde, tem Nívea Stelmann como madrinhaNa última quinta-feira (7), o ministro da saúde, Arthur Chioro, lançou a Campanha Nacional de Aleitamento Materno de 2014. A campanha participa da 22ª Semana Mundial de Amamentação, comemorada em 175 países. A madrinha da campanha esse ano é a atriz da TV Globo, Nívea Stelmann, que é mãe de uma menina de quatro meses. O objetivo da campanha que leva o nome de “Amamentação: um ganho para a vida toda”, é estimular a amamentação até os dois anos de vida do bebê, e em casos específicos até os seis meses. De acordo com o Ministério da Saúde, desde 2013, a campanha recebeu um investimento de R$ 8,5 milhões em ações de incentivo e amamentação no país. Segundo informações do órgão, o leite materno é indispensável, porque pode reduzir em até 13% as mortes por causas que podem ser evitadas em crianças menores de cinco anos, os dados correspondem a um número maior do que o que é evitado pela vacinação e saneamento básico.

O secretário de atenção à saúde, Fausto Pereira, declarou que é necessário se criar possibilidades em que as mães possas amamentar sem se preocupar. Ele afirma que a iniciativa do aleitamento não se trata apenas de vontade. Pelo contrário, são questões de condições e políticas públicas. Pereira completa dizendo que o papel das instituições é criar condições que tragam maiores possibilidade para esse processo na vida de uma mulher, que é bonito e prazeroso.

Mobilização pela vida

O ministro da saúde ressaltou a atuação no ministério e classificou a campanha como “mobilização pela vida”. Em um determinado momento da palestra, a atriz Nivea Stelmann deixou o auditório para amamentar seu bebê, e diz se sentir muito orgulhosa de poder participar dessa campanha. Ela aconselha que a amamentação dos filhos vem em primeiro lugar. Mesmo sendo difícil parar a vida para amamentar, é preciso faze-lo e por isso é importante ter o apoio da família.