Publicado em: quinta-feira, 30/07/2009

Câmaras de bronzeamento artificial provocam câncer

Muita gente recorre a sessões de bronzeamento artificial para manter a cor da pele em dia. Porém, a Agência Internacional para Pesquisa do Câncer (Iarc), parceira da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgou que as camas e lâmpadas usadas nesse processo causam câncer de pele.

A Iarc passou a classificar o bronzeamento artificial feito nesse tipo de aparelho de ‘prováveis cancerígenos’, nível 2 de perigo, para o nível 1 que indica ‘produtos cancerígenos’ .

A conclusão foi baseada em estudos de 20 especialistas que apontam que o risco de câncer de pele aumenta em até 75% o risco de desenvolver melanoma, o mais agressivo entre os tipos de câncer de pele, em pessoas que começam a usar câmaras de bronzeamento antes dos 30 anos.

O câncer seria causado pelas lâmpadas usadas nessas cabines. Elas aceleram o envelhecimento da pele. Já o excesso de radiação danifica o DNA das células e a proliferação delas resulta no melanoma.

p1