Publicado em: quarta-feira, 28/03/2012

Câmara deve votar hoje a Lei Geral da Copa

Depois dos problemas entre o executivo e a câmara, os deputados anunciaram ontem que a Lei Geral da Copa será votada hoje. Essa decisão foi publicada depois de um acordo entre a bancada ruralista, os partidos aliados ao governo e os de oposição. Com esse acordo a bancada ruralista concordou em votar a Lei Geral da Copa esta semana. A previsão anterior era que isso só ocorreria depois da Páscoa em função das negociações entre os deputados. O maior problema são as incongruências para a votação do Código Florestal.

Ontem a bancada ruralista fez uma reunião e juntamente com o presidente da câmara decidiram marcar uma data em abril para votar a legislação ambiental. Isso deixou os deputados da base satisfeitos para votar a Lei da Copa. Antes, alguns deles haviam anunciado que não votariam a lei do Mundial enquanto não fosse combinada uma data para a votação do Código Florestal. A reunião contou com 12 partidos e a decisão foi avaliada pela base aliada e de oposição.

Depois do anuncio da votação, Bruno Araújo (PE), líder do PSDB na Câmara disse que o acordo foi fechado e que isso será bom para o Brasil. Embora a reunião tenha decidido pela votação, ontem pela manhã o líder do PT, Jilmar Tatto, disse que a lei do Mundial não seria votada enquanto o governo e a oposição não entrassem em um acordo. Segundo o petista, o governo quer dialogo e não enfrentamento com a oposição. O que mudou o cenário foi a decisão de se reunir com os ruralistas e tentar negociar a votação do Código Florestal.

Na última semana o governo foi derrotado ao tentar votar a Lei Geral da Copa, pois os partidos de oposição e a própria base aliada se negaram a votar enquanto não fosse decidida uma data para votar a Lei Ambiental, que é de interesse dos ruralistas. O governo estava se negando também a marcar uma data, pois discorda de alguns pontos da legislação. A Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira disse que o país não pode retroceder na legislação ambiental.