Publicado em: quarta-feira, 06/06/2012

Caixa oferece prazo de 35 anos para quitação de financiamentos

As pessoas que fizerem o uso dos financiamentos habitacionais oferecidos pela Caixa Econômica Federal a partir da próxima semana terão um período de mais cinco anos para quitarem as parcelas dos empréstimos. O prazo que até então era de 30 anos, agora passou para 35. Esse novo prazo vale para compras realizadas a partir da próxima semana. Esses empréstimos são feitos com dinheiro do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) associado à caderneta de poupança. Neste mês a Caixa também reduziu as taxas de juros. No caso de imóveis financiados pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), as taxas passaram de 9% para 8,85%. Já no caso de imóveis fora desse programa, a taxa passou de 10% para 9,9% ao ano. Esse primeiro sistema serve apenas aquele que recebem um salário maior que R$ 5,4 mil por mês ou que comprarem algo com valor acima de R$ 170 mil.

Prazos para imóveis em construção também aumentaram

A instituição também apresentou ampliação de prazo para financiamentos de construção. Essa nova proposta terá validade a partir do mês seguinte e as construtoras poderão ter até 36 meses para fazerem o pagamento dos empréstimos à Caixa. Hoje o prazo máximo é de 24 meses. Além disso, os juros também caíram de 11,5% para 10,3%. No caso de imóveis para o comércio a queda de juros foi de 1%, passando a 13% ao ano. Para imóveis de uso próprio em construção o juro será de 12,5% ao mês. No caso de correntista da Caixa Econômica Federal as taxas são ainda menores.

Essas alterações, no entanto, não valem para os casos de financiamentos com o uso de dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e nem do Programa Minha Casa, Minha Vida. Nestes dois casos o prazo continua em 30 anos. Para essas modalidades de financiamento, o prazo continua em 30 anos. De acordo com José Urbano Duarte, vice-presidente de Governo e Habitação da Caixa, esse aumento do prazo ainda precisa de aprovação do Conselho Curador do FGTS. Segundo ele esse pedido já foi feito pela Caixa e está sendo aguardado.