Publicado em: segunda-feira, 27/02/2012

Caixa abre inscrições para concurso público; salários chegam a R$ 7.734,00

A Caixa Econômica Federal (CEF) abriu inscrições para concurso. As vagas são para cadastro de reserva para os cargos de bancário novo, advogado, arquiteto e engenheiro agrônomo, civil, elétrico e mecânico. Os concursos ofertam vagas em todo o Brasil.

O candidato precisa optar por um polo, que estará vinculado automaticamente ao macropolo correspondente. O provimento posterior das vagas está sujeito ao planejamento estratégia e necessidades da CEF.

O salário para o cargo de técnico bancário novo é de R$ 1.744, com jornada de trabalho de 6 horas diárias. O candidato precisa possuir nível médio completo. Este cargo é responsável pelo atendimento ao cliente e público em geral. As vantagens oferecidas aos aprovados são participação nos lucros e resultados, possibilidade de participação em plano de saúde e de previdência complementar, auxílio refeição/alimentação e auxílio cesta/alimentação.

As inscrições precisam ser feitas do dia 27 de fevereiro a 13 de março, através do site da Cesgranrio, pagando uma taxa de R$ 37. No caso do nível superior, o salário para advogado, arquiteto e engenheiros agrônomo, civil, elétrico e mecânico, é de R$ 7.734,00, com carga horária de 8 horas diárias, somando 40 horas semanais.

Divisão do concurso

O concurso público conta três etapas: provas objetivas, prova de redação e exames médicos para a admissão. No dia 22 de abril será aplicada a prova objetiva e de redação. A prova de conhecimentos básicos se constitui com questões língua portuguesa, matemática, atualidade, ética, atendimento, história e estatuto da CEF e legislação específica.

Na prova de conhecimentos específicos cairão questões sobre conhecimentos bancários I e noções de informática. A prova de conhecimentos específicos dos polos de tecnologia contará com questões de tecnologia da informação e conhecimentos bancários II.

Serão aceitas na redação tanto a nova, quanto a antiga ortografia. A redação precisa estar estruturada na forma de texto em prosa, com características dissertativo-argumentativo, valendo 10 pontos. O concurso público tem validade de um ano, podendo ser prorrogado, a critério da CEF, uma única vez pelo mesmo período.