Publicado em: quinta-feira, 28/11/2013

Caio Castro nega possibilidade de ser pai

Caio Castro nega possibilidade de ser paiO ator Caio Castro está sendo alvo de boatos sobre paternidade. Mas ele já se adiantou para dizer que não existe esse fato. A declaração foi feita à imprensa na quarta-feira, dia 27 de novembro. Na ocasião, Caio gravava um videoclipe para a música “Amor à vida”, de Ana Clara. As cenas foram gravadas na cidade de São Paulo.

Caio está fazendo sucesso no papel do jovem médico chamado Michel. O personagem é da novela das nove, “Amor à vida”. Os rumores sobre ele se tornar pai veio da coluna no jornal “O Dia”. Na publicação, o colunista Leo Dias afirmou que o ator iria ser pai de novo.

A mamãe seria Carolina Caetano Bianchi. A jovem estuda teatro e, segundo Leo Dias, ela já estaria no terceiro mês de gestação. Os indícios vieram porque a estudante mantém fotos em festas e viagens junto com Caio Castro. Em algumas imagens os dois aparecem na cidade cearense de Jericoacoara, local em que moram os familiares de Carolina.

O ator comentou sobre os boatos dizendo que um dia pensa em ser pai, mas não há possibilidade de ser agora. Em relação ao texto que saiu na mídia, Caio afirma que já ouviu muita fofoca maldosa. Ele chegou a falar que se a jovem tiver um filho da a alguns meses, ela terá que mostrar ao menos a ele.

Além de Leo Dias ter falado que Caio Castro seria pai, ele ainda afirmou que já era o segundo filho do ator. Isso porque há cerca de 15 dias, um bebê teria nascido e falecido depois de três dias. O nome da menina era Valentina e ela seria a primeira filha de Caio junto com a amiga Naise. O motivo da morte prematura seria uma má-formação do feto.

Outro indício seria de que Caio teria feito uma tatuagem em homenagem à Valentina. Ele tem tatuado um pé infantil com asas de anjo ao redor. Caio chegou a divulgar a nova tatoo em sua página no Instagram no dia 18 deste mês. Em relação ao desenho, Caio explica que queria fazer uma tatuagem aproveitando uma outra que já tinha. Ele queria fazer algo no lugar do nome do irmão que tinha na parte debaixo do braço. O pezinho não é de sua primogênita e sim do irmão, que tem apenas sete anos de idade.