Publicado em: quarta-feira, 18/04/2012

Cachoeira chega a Brasília e é levado para presídio

Em torno das 8h desta quarta-feira (18), Carlinhos Cachoeira chegou a Brasília após ter sido transferido durante a madrugada, saindo do Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Ele deixou o Aeroporto de Brasília saindo pelos fundo e escoltado por policiais federais, de modo que não passou pelo desembarque doméstico.

Cachoeira foi encaminhado para fazer exames no Instituto Médico Legal e depois disso foi levado até o Presídio da Papuda. Ele deverá ficar em uma área que está reservada para presos federais, junto com outros 22 presos. Sua transferência foi bastante criticada por diversos parlamentares.

Tourinho Neto, desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), aceitou a solicitação da defesa de Carlinhos Cachoeira, que pedia a transferência do bicheiro, pois entendeu que a prisão de Cachoeira em Mossoró é inadequada porque ele não realizou nenhum crime hediondo, não apresentando riscos para a sociedade. Já para o senador Pedro Simon (PMDB-RS), o ato é consequência de uma pressão feita por parte da quadrilha do acusado.

O deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), teme a transferência do bicheiro, pois acredita que sua proximidade é perigosa e pode vir a facilitar suas articulações. Para ele Cachoeira vai passar a ter mais possibilidades de comunicação com criminosos.