Publicado em: terça-feira, 11/02/2014

Buracos na trama de Em Família comprometem o “Padrão Globo de Qualidade”

Buracos na trama de Em Família As duas primeiras fases da nova novela de Manoel Carlos, Em família, ficaram gravadas na memória dos espectadores mais atentos e exigentes como repleta de erros de continuidade e direção de arte, além de furos cronológicos .

A fase atual acontece nos dias de hoje, 2014, enquanto nas anteriores o telespectador só tinha informações sobre a década dos acontecimentos. Enquanto na fase adolescente da personagem Helena, interpretada por Julia Dalavia, a história acontecia na década de 80, na segunda fase, interpretada por Bruna Marquezine, e quando a personagem engravida e quase se casa, também não situou a história em uma data específica.

Pelo menos até a condenação de Laerte, quando o juiz lê a data de 14 de março de 1990 na sua sentença. Ele fica preso durante um ano, e o tempo pula 20 anos para a terceira fase da história, 2011 portanto. Mas, a Comunicação da Globo diz que a terceira acontece em 2014.

A idade dos atores escolhidos para representar os personagens na terceira fase também destoa da realidade e confundiu os espectadores na transição. Na trama, o batizado de Helena mostra um Laerte uns 3 ou 4 anos mais velho que ela. Gabriel Braga Nunes, o Laerte dessa terceira fase, tem 42 anos e Julia Lemmertz, a Helena, tem 50. Chica, a mãe de Helena, é interpretada por Natalia do vale, de 60 anos e Juliana, a tia apenas um pouco mais velha que Helena é vivida por Vanessa Gerbelli, de 41.

Explicação

Foram tantos os questionamentos que a Rede globo se pronunciou dizendo que como a novela é uma obra de ficção não tem comprometimento com a realidade, o que é ressaltado em todo fim de capítulo. No caso, a ideia não era definir um tempo exato para cada ação, mas somente situar as décadas que, por serem recentes, ainda estão frescas na memória das pessoas, com as mudanças marcadas através dos detalhes. Afirmou ainda que tudo foi feito com muito cuidado, caracterização, figurino e arte, para que a história fosse contada de uma maneira leve.

(Com informações de UOL)