Publicado em: sexta-feira, 24/02/2012

Bunge deve investir R$ 1 bilhão no Brasil

A Bunge Brasil anunciou ontem (23), depois de uma reunião do presidente da empresa, Pedro Parente, com a presidente Dilma Rousseff, que vai investir R$ 1 bilhão no setor agrícola brasileiro. Grande parte desse investimento será para usado para o plantio de palma, conhecida como dendê.

O objetivo da empresa, segundo Parente, é investir em setores ainda pouco explorados. O presidente disse ainda que a companhia teve autorização do conselho internacional para fazer investimentos adicionais de R$ 1 bilhão em outros setores da agricultura brasileira.

A Bunge está no Brasil desde 1905 e atualmente atua na plantação de soja, milho, cana de açúcar, fertilizantes e alimentos. Além da palma, principal produto que receberá os investimentos, o valor de R$ 1 bilhão deverá utilizado para melhorar outras áreas. Ainda não há prazo para gastar esse dinheiro, mas segundo Parente, mas ele já foi autorizado.

A palma é usada para fazer um óleo mais saudável que os demais. Segundo Parente, o consumo do óleo de dendê tem aumentado significativamente nos últimos anos. Além disso, o Brasil também importa o óleo, o que justifica esse investimento para que o próprio país possa produzi-lo. A palma também pode ser utilizada para produção de biocombustível e na indústria de cosméticos.

Bunge já investe em cana de açúcar no Brasil

O presidente da companhia disse que a reunião com a presidente Dilma Rousseff teve também outros motivos. Parente repassou informações à presidente sobre o investimento de US$ 2,5 bilhões (R$ 4,27 bilhões) que a Bunge iniciou em 2011 e que, na época, foi anunciado pelo presidente mundial da empresa. Este ano já foram gastos R$ 684,6, sendo que grande parte deste montante foi usado para expandir a usina de Moema (SP) e para o plantio de cana de açúcar em Tocantins, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul.