Publicado em: terça-feira, 31/01/2012

Bueiro explode no Rio de Janeiro e deixa uma pessoa morta e duas feridas

Na manhã desta terça-feira, dia 31 de janeiro, um bueiro explodiu na área do antigo Armazém de número 30, localizado no cais do porto, zona norte do Rio de Janeiro. O acidente causou a morte de um homem e deixou outras duas pessoas feridas. Suspeita-se de que as pessoas envolvidas no acidente estavam no local fazendo reparos na cisterna do armazém.

Segundo informações da Companhia Docas do Rio de Janeiro, os trabalhadores feridos são da Triunfo, empresa que presta serviços para a Petrobrás. Eles foram encaminhados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade. O soldador Paulo Batista Pereira, de 52 anos, teve queimadura no rosto e fratura exposta no braço direito. O mecânico Carlos Ribeiro, de 53 anos, passou por exames e teve o braço imobilizado.

O funcionário que morreu no acidente, o mecânico Rafael Martins de Sousa, de 29 anos, estava cortando uma chapa de aço perto do local onde a explosão aconteceu. A Companhia Distribuidora de Gás do Rio (CEG) informou em um comunicado que a explosão não tem ligação com a rede de gás natural. Técnicos da empresa foram até o local do acidente, porém o Corpo de Bombeiros logo os liberou, pois a explosão “é de outra natureza”.

De acordo com informações do presidente da Docas, Jorge Melo, existia um intenso cheiro de óleo no local do acidente, e o óleo também estava na galeria. Ele afirma que é bem provável que uma faísca tenha caído sobre o óleo durante o trabalho dos funcionários e isto causou a explosão. Porém, as causas do acidente ainda são desconhecidas.