Publicado em: quinta-feira, 08/07/2010

Bruno passa a noite na cadeia

O goleiro Bruno, que se entregou à polícia no início da noite de quarta-feira (7), pernoitou em uma das celas da Divisão de Homicídios da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Bruno passou a noite em cela separada de seu amigo e funcionário Luiz Henrique Ferreira Romão, o ‘Macarrão’, que também se entregou à polícia ontem. Os dois são suspeitos de estarem envolvidos com a morte da estudante Eliza Samudio, que teve um caso com o atleta.

A prisão de Bruno e Macarrão foi decretada para evitar que eles atrapalhem nas investigações, alegou o delegado que investiga o caso. Ainda não há uma previsão de quanto tempo o goleiro pode permanecer na cadeia.

Um dia antes de Bruno ser preso, um adolescente confessou ter matado Eliza, e em depoimento confirmou o envolvimento de Macarrão com a morte da estudante. A moça teria sido levada até o sítio de Bruno, onde teria sido morta com uma coronhada na cabeça.