Publicado em: sábado, 05/04/2014

Bruno Gissoni diz que o amor pode ajudar na insegurança de seu personagem André

Bruno Gissoni diz que o amor pode ajudar na insegurança de seu personagem AndréNa novela da Rede Globo que vai ao ar às 21h, “Em Família”, o ator Bruno Gissoni interpreta o personagem André. O rapaz faz par romântico com Luiza, papel da bela Bruna Marquezine. O profissional acredita que somente o amor pode curar toda a insegurança dele.

André é filho adotivo de Dulce, mas ele não sabe que foi rejeitado pela mãe biológica. O rapaz parece mesmo um bom partido: é inteligente, carinhoso e lindo. O público feminino com certeza não perderia a chance de ficar com ele como a namorada Luiza, que tem uma queda pelo músico Laerte (Gabriel Braga Nunes).

Laerte é um primo alguns anos mais velho que Luiza e que magoou muito a mãe da garota, Helena (Julia Lemmertz). Luiza tem um namorado perfeito e não tem o mínimo de coragem de se afastar desse homem que lhe dá todo o carinho e dedicação que uma mulher merece.

André sofre por não ter ideia de quem seja seus pais verdadeiros. A mãe adotiva do rapaz é negra, por isso é bastante óbvio que ela não gerou o filho em seu ventre. Além disso, o rapaz não quer expor uma situação de rejeição.

O ator Bruno pensa que André tem que levar um susto para poder correr atrás de sua família e descobrir quem ela é para ter certeza de que a mãe Dulce é melhor que os pais que o rejeitaram. Apesar de ser um namorado perfeito, André está se mostrando aos poucos ser bastante ciumento com Luiza, que dá motivo para isso.

Bruno pensa que a rejeição que André sofreu pelos pais pode ter gerado insegurança. Mas, sabe que o amor entre os dois é verdadeiro e isso pode amenizar esse sentimento ruim. Bruno diz que Luiza pode preencher um espaço vazio no coração do namorado.

O ator defende seu personagem em relação a Laerte, já que é verdadeiro e não tem nada de mulherengo. Para o papel de André, Bruno não precisou de muito preparo porque já tem experiência com personagens adotivos.