Publicado em: quinta-feira, 06/03/2014

Britânico de 13 anos é a pessoa mais jovem do mundo a construir um reator de fusão nuclear

A pessoa mais jovem do mundo a construir um reator de fusão nuclear tem 13 anosSe um dos maiores debates no setor bélico é quanto à ilegalidade da posse de bombas nucleares por forças militares. E o temor, que gira especialmente em torno de grandes potências comunistas como a Coreia do Norte, pode ser potencializada se levar em conta que a produção de reatores nucleares se mostra cada vez mais “fácil”, ainda que isso remeta também a fatores positivos, como a ampliação dos avanços no uso da energia nuclear “para o bem”.

E nos últimos dias, um garoto de 13 anos chamou a atenção de especialistas na área. O britânico Jamie Edwards, que já se considera um “cientista nuclear amador”, quebrou o recorde de pessoa mais jovem da história a desenvolver um reator de fusão nuclear, superando a antiga marca de um garoto americano que, quando realizou a tarefa, tinha 14 anos.

O jovem conseguiu atingir o objetivo com o apoio da escola onde estuda e onde criou o reator. A Penwortham Priory Academy ofereceu suporte financeiro de US$ 3.350 e acompanhamento de professores para que Edwards avançasse no projeto, no qual conseguiu criar um átomo de hélio colidindo dois de hidrogênio.

A jornada de criação do reator foi reportada pelo próprio Edwards em um blog, no qual ele explica como foi cada etapa do procedimento e conta sobre alguns materiais utilizados, como filamentos de tungstênio e até mesmo um simples bastão de alumínio. O principal desafio para o garoto e seus orientadores foi evitar vazamentos na câmara de vácuo, além do uso de materiais radioativos na escola, como o deutério.

Quando conseguiu atingir o objetivo, todo o ímpeto que fazia o garoto parecer um cientista experiente deu lugar à comoção e vibração juvenil de uma pessoa que, na realidade, ainda é uma criança conhecendo a vida.

Engenheiro desenvolve reator no porão de casa

O engenheiro americano Doug Coulter construiu um reator nuclear no porão de sua casa. Conhecido na internet por divulgar experimentos e criações que podem ser feitas em casa com os materiais apropriados, além de conhecimentos de engenharia e de física, Coulter explicou como construiu o pequeno reator, baseado no modelo Farnsworth Fusor, de 1964.

Doug estaria tentando criar uma fonte ilimitada de energia limpa e autossuficiente, visando assim propor uma renovação completa no sistema energético que conhecemos hoje. Apesar de parecer um sonho distante, o cientista já chamou a atenção pela iniciativa e pelo avanço caseiro conquistado.