Publicado em: terça-feira, 11/09/2012

Brasileiro é reconhecido como inventor da bina

Brasileiro é reconhecido como inventor da binaDepois de um processo judicial contra empresas de telefonia, o brasileiro, Nélio José Nicolei conseguiu o reconhecimento de sua patente. O senhor de 72 anos, foi o inventor da bina e registrou o sistema em 1980 e, desde então, busca o reconhecimento por sua criação.

Depois de mais de vinte anos de disputa judicial contra algumas empresas de telefonia a batalha está chegando ao fim. O brasileiro conseguiu realizar seu sonho – ser reconhecido como o inventor da bina. O aparelho é responsável por identificar e armazenar os números que ligam para o telefone que possuam o aparelho.

Conforme a decisão da 2ª Vara Cível de Brasília, Nicolei terá direito a receber 25% do valor cobrado pelo serviço de identificação de chamadas nas empresas que o oferecem aos clientes. A primeira empresa a passar pelo julgamento foi a Operadora Vivo. Com a decisão da justiça, companhia telefônica deverá repassar uma parte do lucro proveniente da prestação do serviço para o verdadeiro proprietário do sistema de bina.

Essa foi a primeira decisão favorável, o que trouxe boas expectativas para os próximos julgamentos. Esse desfecho deve abrir caminhos para outras decisões em favor de Nicolei. Em caso de vitória da maioria dos processos movidos, o brasileiro de 72 anos pode se transformar em um multibilionário.

Emocionado, Nicolei garante que sua luta foi solitária. Ele revela que muitas pessoas, frente a indiferença dos governos anteriores e até às ameaças que recebeu, o aconselharam a desistir dos processos. Entretanto, ele garante que nunca pensou em ceder.

O criador da bina relembra que foi ridicularizado por advogados, jornalistas e diversos tipos de autoridades, mas que essas humilhações não tiraram da sua cabeça a ideia de ser reconhecido pela sua criação. Ele garantiu que esse era um direito dele e que vai continuar buscando seu reconhecimento.

Um levantamento mostra que, em média, mais de 256 milhões de pessoas usam o serviço de bina no país o que resulta em um faturamento mensal de R$2,56 bi.