Publicado em: quinta-feira, 07/07/2011

Brasileirão – Ceará 3 x 0 Atlético-MG

O Ceará de Vágner Mancini mostrou nesta quarta-feira, dia 7 de julho, por que é um time a ser respeitado no Brasileirão 2011. Especialmente quando atua dentro do Estádio Presidente Vargas. O alvinegro cearense aplicou sonoros 3 a 0 no Atlético-MG, com direito a um golaço de Osvaldo, o terceiro. Além dele, Marcelo Nicácio e Boiadeiro marcaram para o Vovô. Quem sofreu do outro lado foi o goleiro Giovanni. Ele e o técnico Dorival.

A situação de Dorival Júnior é delicada e boa parte da imprensa mineira cogita a demissão do treinador por parte da diretoria atleticana. Após o empate em 2 a 2 contra o Atlético-GO, três rodadas atrás, o time de Dorival levou 11 gols em três partidas. A média de quase quatro tentos sofridos demonstra o clima na Cidade do Galo depois de três goleadas.

Além disso, outra crise ronda o ambiente. Distante de Belo Horizonte, e muito mais de Fortaleza, o São Paulo toma o exemplo alvinegro e também contabiliza três derrotas seguidas, fazendo de Paulo César Carpegiani um técnico sem clube. Segundo os jornalistas mais atentos e habituados ao Morumbi, o nome de Dorival interessa o tricolor paulista e pode ser anunciado em breve para a vaga deixada por Carpegiani. A possível contratação não significa uma troca de lugares, já que o nome de Carpa não circula por BH.

A derrota pode custar caro ao Galo, já que os três colocados logo atrás dele na tabela jogam hoje e, em caso de vitória de dois deles, colocam o time na zona de degola. Na próxima rodada, o Atlético-MG tenta a reabilitação, num dos últimos suspiros de seu comandante, contra seu rival local América-MG. Já o Ceará enfrenta o Figueirense, em Florianópolis.