Publicado em: quinta-feira, 26/07/2012

Brasileirão 2012 – Torcida do São Paulo picha muro e pede saída de Juvenal

A torcida do São Paulo deu mais uma demonstração que não está satisfeita com o rendimento de sua equipe no Campeonato Brasileiro. A sede do Centro de Treinamento do clube na Barra Funda amanheceu com os muros pichados, com frases ofensivas ao presidente Juvenal Juvêncio.

Os muros do local tinham frases, entre outras, como ‘Fora Juvenal, seu ciclo acabou’, pedindo para que o mandatário do clube paulista deixe o cargo. Na semana passada, durante a derrota para o Vasco, no Morumbi, os torcedores entoaram gritos de protestos contra Juvenal Juvêncio, também pedido para que ele renunciasse à presidência do time paulista.

Os protestos no CT da Barra Funda aconteceram após mais um mau resultado do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Jogando em Goiânia, o time são-paulino acabou perdendo por 4 a 3 para o Atlético-GO, que até então era o lanterna do Brasileirão, em uma péssima atuação da equipe treinada por Ney Franco. Com o resultado, o São Paulo caiu para a sétima colocação, se afastando da zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

Juvenal Juvêncio está em seu quarto mandato como presidente do São Paulo. A primeira vez que ele assumiu o cargo foi em 1998, e voltou ao cargo em 2006. Em 2008 ele mudou o estatuto aumentando para três anos o mandato, e no ano passado se reelegeu novamente, em um pleito acusado pela oposição como uma ‘manobra política’ e que foi alvo de uma ação na Justiça, ainda em andamento.

O São Paulo volta a entrar em campo no domingo (29), quando irá enfrentar o Flamengo, pela 13ª rodada do Brasileirão, no Morumbi. Por conta das pichações e do mau resultado no meio de semana, mais protestos já são esperados que ocorram nas arquibancadas do estádio são-paulino.