Publicado em: quinta-feira, 08/03/2012

Brasileira de 77 anos está detida em aeroporto da Espanha

Há três dias, o setor de imigração da Espanha mantém detida uma brasileira de 77 anos no aeroporto de Madri. Dionísia Rosa da Silva foi para o país visitar familiares, mas, desde segunda-feira (5), só consegue conversar com sua neta, Amanda de Oliveira, pelo telefone. Avó e neta saíram do aeroporto de Cumbica, em São Paulo, no último domingo e chegaram a Madrid por volta de 8h da segunda-feira, de acordo com Amanda.

Porém, no aeroporto de Barajas, as duas foram barradas por funcionários. Amanda explica que um deles pediu os documentos das duas e ela entregou as passagens de ida e volta de Dionísia. Ela conta que o funcionário do aeroporto conferiu a data e solicitou a carta de invitação. Amanda explicou que a avó estava indo fazer uma visita para ela e que não possuía reserva de hotel, já que ficaria na casa da neta. O funcionário, então, disse que Dionísia deveria passar por uma entrevista.

O caso de Dionísia não é único e o governo brasileiro decidiu que irá adotar medidas de reciprocidade. A partir de abril, os turistas espanhóis que desembarcarem no Brasil receberão o mesmo tratamento que os brasileiros recebem na Espanha. Quem desembarcar no país deverá comprovar que possui dinheiro para gastar no Brasil e que também tem um lugar para ficar, ou então deverá se hospedar no aeroporto enquanto espera o voo de volta.

O Itamaraty informou que o consulado brasileiro em Madri acompanha o caso de Dionísia desde terça-feira. Segundo informações do Itamaraty, a idosa deverá chegar ao Brasil já nesta quinta, embora a família alegue que não tem informações sobre a data de retorno de Dionísia para casa.