Publicado em: terça-feira, 20/05/2014

Brasileira ajuda a reformar orfanato na África

Brasileira ajuda a reformar orfanato na ÁfricaA brasileira Renata Galvão conseguiu financiamento coletivo para reformar um orfanado na África. Ela divulgou o projeto em um site de financiamento no ano de 2013 e obteve respostas acima da meta esperada. O orfanato é da Mama Sylvia.

A decisão foi tomada depois que Renata foi visitar o local na companhia de uma amiga. O orfanato fica localizada na segunda maior favela da África do Sul, chamada Khayelitsha. Isso aconteceu no mês de setembro de 2012. Quando Renata entrou na pequena construção, viu que uma mulher dava conta de cuidar de 18 crianças em um único quarto onde todos dormiam.

O orfanato foi criado em 1991 e é uma Organização Não Governamental (ONG), que recebe uma pequena ajuda do governo. Na época da visita, Renata ficou sabendo que todos tomavam banho de balde, já que não havia chuveiro no banheiro.

A jornalista conviveu com eles durante um ano e aí surgiu a ideia de construir uma casa para que Mama vivesse com as crianças. À princípio, ela não sabia como iria conseguir a verba. Uma jovem gaúcha também estava na Cidade do Cabo e conversou sobre o assunto com Renata.

Elas montaram juntas o projeto e o enviaram a um site de financiamento coletivo. O projeto conseguiu ser colocado no ar em quatro meses. Muitas pessoas começaram a compartilhar o assunto nas redes sociais como blogs, twitter e facebook. E pouco mais de um mês havia doação de 200 pessoas e a meta foi superada.

O objetivo era arrecadar em torno de R$12,5 mil, mas as meninas conseguiram R$27 mil. A nova casa agora tem três quartos. Um deles é para a Mama e seu marido, o Tata. Outro abriga as meninas e o último os meninos. Há banheiro, sala e cozinha. Ainda falta colocar o piso e finalizar a pintura. Até a casa ficar completamente pronta, as crianças do orfanato moram em uma casa ao lado da obra.