Publicado em: quarta-feira, 27/02/2013

Brasil vai buscar aumentar o controle no ciberespaço através de nova lei

Brasil vai buscar aumentar o controle no ciberespaço através de nova leiO Brasil está próximo de lançar a primeira lei contra crimes que ocorreram na internet, em um esforço para que seja protegida a expansão lucrativa do sistema bancário e comércio eletrônico dentro do país.

Porém pessoas que são especialistas no setor de segurança fazem alertas de que estas penalidades ainda são bastante suaves para que possam resolver um problema que tem o custo de aproximadamente US$ 700 milhões a cada ano para as indústrias financeiras locais, conforme aponta a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

A partir do mês de abril, hackers do Brasil que estão aparecendo em vídeos dentro do YouTube cantando o funk do cartão clonado e que estão trafegando de maneira descarada usando informações que foram roubadas estão correndo o risco de pegarem um período de três meses até dois anos atrás das grades.

O alista de segurança online Fabio Assolini da Kaspersky Lab em São Paulo afirma que o sentimento de impunidade atual é muito alto, e os criminosos do ciberespaço brasileiro estão se sentindo livres para cometer esses crimes.

Fora aumentar o valor de operações bancárias, este roubo online pode ameaçar o crescimento do comércio eletrônico no país, que é um negócio que chega a US$ 12 bilhões por ano, fato este que atraiu há pouco tempo a Amazon.com para o país.

Especialistas na área apontam que o Brasil vai finalmente se mover na direção correta, porém advertem de que não existem soluções de maneira imediata para o ciberespaço com maior tamanho na América Latina.

A analista de segurança online Limor Kessem da RSA, unidade da EMC Corp na cidade de Tel Aviv diz que as coisas estão realmente começando a ser mudadas quando criminosos veem que ocorrem prisões, ela diz que a lei é algo bom, porém as pessoas necessitam ver a ação ocorrer.