Publicado em: sexta-feira, 04/05/2012

Brasil teve investimento estrangeiro recorde no ano passado

De acordo com um estudo divulgado ontem pela (Cepal) em Santiago, no Chile, o Brasil recebeu investimento recorde em 2011. O valor estimado pela Cepal é de US$ 66,7. De todos os recursos investidos na região, o Brasil corresponde a 43,8%. O total foi de US$ 153,4 bi. No ano de 2010, a América Latina recebeu US$ 120,9 bi em investimentos. No ano de 2009, em função da crise internacional mais aguda, foram somente US$ 81,6 bilhões. Esse ano o valor foi um recorde, ultrapassando 2008, em que foram investidos cerca de US$ 137 bilhões.

Segundo o estudo feito pela Cepal, o Brasil é o país que está na frente no ranking com a maior quantidade de investimentos recebidos. Em seguida está o México com o valor de US$ 19,4 bilhões e o Chile com aproximadamente US$ 17,3 bilhões. Depois aparecem os outros países com menos quantidade, como é o caso da Colômbia (US$ 13,2 bilhões), do Peru (US$ 7,7 bilhões) e da Argentina (US$ 7,2 bilhões). E não foi somente o Brasil que teve em 2011 um recorde histórico. 2011 foi um ano positivo para vários países como Chile, Peru e Uruguai que também tiveram a maior quantidade de investimentos estrangeiros da história.

Países da Europa são os que mais investem na América Latina

Já sobre os investimentos em outras regiões, o Chile lidera o ranking na América Latina. O país investiu no exterior aproximadamente US$ 11,8 bilhões. Depois está o México com US$ 9,6 bilhões e a Colômbia, com pouco mais de US$ 8 bilhões. Quem mais investiu na América do Sul e Central foi a União Europeia. Do total recebido na última década, segundo a Cepal, 40% vêm da União Europeia. Em 2011 o primeiro lugar ficou para os Estados Unidos (18%) e para a Espanha (14%). Destaca-se que os próprios países da região fazem investimentos em seus vizinhos, pois 9% do total do ano passado é próprio da América Latina. A Cepal estima que em 2012 os investimentos na região deve continuar aumentando.