Publicado em: sábado, 02/06/2012

Brasil tem condições de enfrentar piora da economia global, diz ministro da Fazenda

Segundo o ministro Fazeda Guido Mantega, o Brasil tem condições de crescer sem depender do mercado externo. E isso é muito mais característico do Brasil do que de outros países emergentes. O número de reflete a economia fraca no país é PIB brasileiro do primeiro semestre que foi de apenas 0,2%. Segundo o ministro, mesmo com a crise nas economias da Europa e dos problemas enfrentados por todos os mercados mundiais, mercados globais, o governo brasileiro vai ter capacidade de impulsionar o crescimento de o país alcançar um aumento acima de 2,7% do PIB, ultrapassando o que conseguiu no ano passado. Ontem, durante entrevista, o ministro Guido Mantega, admitiu que o PIB brasileiro deve ficar abaixo de 4%, número que havia sido estimado inicialmente. No entanto, segundo ele, com as medidas de política monetária e fiscal implantadas neste primeiro semestre será possível perceber maiores investimentos na produção industrial no país. Essa foi uma avaliação feita por Mantega logo depois do anúncio de apenas 0,2% no primeiro trimestre do ano. Segundo informações do IBGE, considerando-se os últimos 12 meses, o aumento do crescimento foi de 1,9%.

Brasil está preparado caso a crise externa piore, diz ministro

Segundo o ministro, com a piora do cenário internacional, é possível que o Brasil não tenha grandes problemas, pois tem capacidade e preparação para suprir as necessidades de crédito interna. Segundo Mantega, o país tem condições de crescer mesmo com os problemas observados na economia internacional. O ministro deu uma entrevista coletiva para a imprensa internacional e disse que hoje o Brasil está preparado para enfrentar a crise. Isso pode ser garantido pela presença de reservas e situação fiscal mais sólida, além da presença de um mercado interno com maior dinâmica que faz com que o Brasil não dependa apenas de exportações.