Publicado em: quarta-feira, 11/09/2013

Brasil pode perder vaga no Mundial de Basquete para Venezuela

Brasil pode perder vaga no Mundial de Basquete para VenezuelaEliminado precocemente na primeira fase da Copa América de Basquete após quatro derrotas em quatro partidas (diante de Porto Rico, Canadá, Uruguai e Jamaica), a Seleção Brasileira ainda espera por um convite da Fiba (Federação Internacional de Basquete), para a disputa do Campeonato Mundial, que será realizado na Espanha. Sede dos Jogos Olímpicos de 2016, o time de Rúbem Magnano ainda não está garantido na competição.

De acordo com o presidente da Fiba, Horácio Muratore, a Seleção da Venezuela está na disputa por uma das vagas. Segundo informações do jornal Nueva Prensa de Guayana, o dirigente não garantiu a presença do time verde e amarelo na competição, já que não há um número de vagas definidas em cada continente. O argentino avisou que pode haver duas vagas para a América Latina, como também as quatro vagas restantes podem ser cedidas ao continente europeu, ou à Ásia.

Entretanto, é comum a prática da Fiba de repassar os quatro convites restantes para cada continente diferente. Por isso, os principais ‘adversários’ dos brasileiros podem estar na América do Sul.

Sede da última edição da Copa América, a Venezuela recebeu elogios de Muratore, que deu nota 10 em termos de organização e estrutura. Para o representante da Fiba, o objetivo, além de evoluir o basquete dos países profissionalmente, é também desenvolver o esporte para a população, e neste quesito, o País sul-americano está de parabéns pelo evento.

Seleção Venezuelana foi eliminada da Copa América por um dos finalistas do torneio

Com uma campanha melhor do que a da Seleção Brasileira na Copa América, a Venezuela chegou até a segunda fase do torneio, sendo eliminada por Porto Rico, por um placar apertado, de 86 a 85. O País da América Central, inclusive, faz a decisão da competição nesta quarta-feira (11), às 21 horas (horário de Brasília), contra o México. Na fase semifinal, os porto-riquenhos eliminaram a República Dominicana, enquanto os mexicanos desclassificaram a Argentina.