Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

Brasil e Turquia definem incremento de investimento nas relações comerciais

Além de participar da Rio+ 20, os chefe de Estado aproveitam para resolver outras pendencias nas suas relações. Hoje cedo, antes da retomada das atividades do evento, com a presença de 115 chefes de Estado, a presidenta Dilma Rousseff aproveitou o tempo do café da manhã para negociar questões comerciais com Recep Tayyip Erdogan, primeiro-ministro da Turquia. Um dos pontos centrais da conversa durante o café, foi a intensificação das atividades comerciais entre os dois países. Os representantes dos dois países se comprometeram a aumentar o comércio bilateral. Uma das formas de fazer isso é estimando um aumento no valor das negociações. Atualmente o sado comercial é de US$ 3 bilhões, no entanto ambos os representantes apostam em um aumento de US$ 7 bilhões, para que a cifra alcance US$ 10 bilhões.

Ministro diz que parceria é positiva para ambos os países

Antônio Patriota, ministro das Relações Exteriores, disse que não foi apontado um prazo específico para atingir essa consolidação de mercado, mas ressaltou que o prazo e mais detalhes sobre a negociação serão divulgados ainda hoje pela assessoria de imprensa do Planalto. O ministro ressaltou que a parceria é positiva para ambos os países, já que o nível de desenvolvimento da Turquia e do Brasil é próximo, além de possuírem força de trabalho em diferentes setores.

O ministro disse ainda que este ano a Turquia abriu um escritório de comercio e turismo em São Paulo e isso mostra a sua pretensão de investir nas relações com o Brasil. Patriota citou, por exemplo, o interesse que o Brasil possui nas áreas dos trens de alta velocidade que a Turquia possui. Além disso, os dois países poderão também trocar experiências sobre os programas sociais dos dois governos. A Turquia possui um programa de moradias popular que é muito parecido com o Minha Casa, Minha Vida.