Publicado em: quinta-feira, 27/10/2011

Brasil continua em primeiro lugar no ranking de pedidos de remoção de conteúdo no Google

Dados publicados pela gigante de internet Google na última terça-feira (25) mostram que o Brasil continua sendo o país com maior número de pedidos de remoção de conteúdo de sites hospedados pela empresa. O número do período entre janeiro e junho de 2011 chega a 224 pedidos diferentes, sendo que dentro destes estavam indicadas solicitações de retirada de ao menos 600 itens diferentes. Essas solicitações dizem respeito a conteúdos publicados em qualquer serviço do Google.

Para o Google, a relação entre o alto número de pedidos e o Brasil se dá devido à popularidade da rede social Orkut entre os internautas brasileiros. Com relação ao período analisado, 57 daqueles pedidos eram exclusivamente para a remoção de conteúdos publicados no Orkut. A maioria destes pedidos, 26 entre 57, estavam vinculados à prática de difamação. Depois do Orkut, o serviço de blogs Blogger e o canal de vídeos YouTube também são as ferramentas que mais recebem reclamações.

Considerando a lista geral de países que enviam tais pedidos ao Google, em segundo lugar vem a Alemanha, com 125 reivindicações, e em terceiro os Estados Unidos, com 92 pedidos. De acordo com o Google, 67% dos pedidos enviados pelo governo brasileiro foram atendidos. Ou seja, os conteúdos que representam essa porcentagem foram removidos.

Ao mesmo tempo, a empresa garante que esses dados não coincidem com casos de repressão. Muitos dos pedidos enviados entram inclusive nas próprias regras do Google de publicação e remoção de conteúdos. A empresa citou casos de pornografia infantil que são relatados. Países onde os serviços do Google são bloqueados, como a China, não estão inclusos no ranking.