Publicado em: quinta-feira, 08/11/2012

Bram Stoker recebe homenagem do Google

Bram StokerBram Stoker nesta quinta-feira, dia 8, completa 165 anos de nascimento. Ele nasceu na Irlanda. Foi Bram Stoker quem criou o personagem vampiro mais conhecido da história, o Drácula. Por isso o Google resolveu prestar uma homenagem com um doodle em sua página inicial.

Bram Stoker foi quem criou o Drácula, como um vampiro que bebia o sangue de belas virgens e rapidamente fez muito sucesso, ficando conhecido em todo o mundo por causa deste trabalho. Depois da primeira edição, o autor escreveu 19 livros sobre o vampiro. Ele nasceu na cidade de Dublin no ano de 1847 e foi um dos estudantes da conhecida escola Trinity College, além de trabalhar como funcionário público no Castelo de Dublin.

Neste período ele ainda fazia um trabalho clandestino, escrevendo críticas sobre o teatro no jornal. Foi no ano de 1878 que ele se mudou para Londres, depois de se casar com Florence Balcombe. Assim, ele passou a trabalhar como o administrador da empresa chamada Irving, que funcionava no teatro Lyceum.

Um dos primeiros livros escritos por Bram Stoker era um full-lenght. Foi escrito quando ele ainda vivia em Dublin e não se trata de uma ficção. A publicação tinha o nome de “Os Deveres dos Oficiais de Sessões Petty”. Depois ele Steker passou a escrever romances, contos, palestras, artigos, folhetins e também um livro de memórias, que acabou sendo dividido em dois volumes.

O Conde Drácula só virou um personagem literário no ano de 1897. A famosa se passa na sombria Transilvânia. Vale lembrar que o Conde Drácula existiu de verdade, sendo um homem cruel, que ficou conhecido por empalar os seus inimigos deixando os seus corpos presos nos muros que rodeavam os seus castelos.

Antes de escrever, Bram Stoker gastou muitos anos de sua vida em busca de informações sobre história mitológicas e lendas sobre vampiros na Europa. O personagem fez muito sucesso e inspira até hoje história sobre esses seres tanto para os livros, quando para o cinema.

Em 2012, outro escritor irlandês, Colm Toibin, fez uma homenagem ao seu conterrâneo ao escrever uma nova introdução para o livro de Stoker. O livro foi publicado em 2012 para celebrar os 100 anos da morte do autor.

Bram Stoker

Nesta quinta-feira (8) o Google resolveu prestar mais uma homenagem a um grande nome da literatura com mais um dos seus doodles. A lembrança da vez foi para o escritor irlandês Abraham “Bram” Stoker, no qual a sua publicação mais importante foi o romance Drácula, escrito em 1897. O autor nasceu em Dublin, capital da Irlanda, no dia 08/11/1847 e faleceu em Londres no dia 20/04/1912.

Bram Stoker estudou na infância em Dublin e logo aos 16 anos publicou o seu primeiro ensaio. No ano de 1875 recebeu o título de mestrado e pouco tempo depois se casou e mudou-se para Londres, onde passou a trabalhar em alguns jornais. Depois disso, foi trabalhar em uma companhia teatral e permaneceu por lá por quase 30 anos. Pelo trabalho, Stoker viajou por diversos países, entretanto, nunca passou pela Europa Oriental (local onde a sua obra-prima foi ambientada).

Com dito anteriormente, a principal obra do escritor Bram Stoker foi o romance Drácula. Sem sombra de dúvida esse livro trata-se da mais famosa história de vampiros de todos os tempos e foi base para todos os romances posteriores sobre esse tipo de ser sobrenatural. O irlandês não foi quem ‘inventou’ o vampiro, mas a sua obra é a maior referencia quando se fala disso. O livro Drácula é um romance espistolar. A história é narrada por diversos personagens através de cartas, diários,
registros, entre outros.

A história do romance Drácula começa com Jonathan Haker, um solicitado que viaja até uma remota região da Transilvânia, na Romênia, para se encontrar com um excêntrico morador de um castelo, o Conde Drácula, já que ele gostaria de comprar algumas propriedades na Inglaterra. O rapaz começa a notar algo de estranho no seu anfitrião e percebe que ele não é uma pessoa comum e acaba se tornando prisioneiro do estranho Conde Drácula. Depois disso, Drácula decide viajar até a Inglaterra e sempre deixa um enorme rastro de destruição. Para isso, ele utiliza-se da sua forma de morcego. Mesmo aprisionado, Harker consegue fugir e viaja até Budapeste para encontrar-se com Mina, sua noiva.

Na Inglaterra, uma amiga de Mina, Lucy, apresenta alguns estranhos sintomas como dois orifícios na região do pescoço e uma grande palidez. Preocupados com a doença de Lucy, seus amigos recorrem ao Dr. Van Helsing para tentar salvar a jovem. Este percebe que a moça foi vítima de um ser diabólico que se alimentava de sangue humano.

Depois disso, Lucy e sua mãe são atacadas pelo Drácula em sua forma de morcego e acabam não resistindo. Entretanto, mesmo enterrada, esse não foi o fim de Lucy que renasce na forma de vampira e passa a atacar as pessoas.

No fim, o Dr. Van Helsing compreende como derrotar Drácula e tenta livrar a nova vítima das garras do vampiro, Mina. Para acabar de uma vez com todas com o Conde Drácula, é preciso enfiar uma estava de madeira em seu coração e também cortar a sua cabeça. Mas o Conde consegue fugir para o seu castelo, mas este acaba sendo destruído por perseguidores do vampiro.

Doodles do Google

Bram Stoker

O Google costuma prestar a sua homenagem a pessoas e datas especiais, além de invenções e personalidades, relacionadas à política e a cultura. Assim o site customiza o logotipo de sua página inicial, no site de busca.

O primeiro doodle entrou no ar no ano de 1998, quando os fundadores do site resolveram mudar o seu logo para chamar a atenção de seus usuários para o fato da empresa estar participando do Burning Man, um festival voltado para a contracultura, que aconteceu nos Estados Unidos.

O primeiro doodle, logo de cara, fez muito sucesso e por isso a empresa decidiu contratar uma equipe de designers para criar mais doodles especiais e datas importantes. Com o tempo, as imagens estáticas também começaram a ganhar movimento. Ao lodo mais de 300 doodle entraram no ar nos Estados Unidos. Em todo o mundo esse número é mais ainda, passando de 700 .