Publicado em: quinta-feira, 04/08/2011

Bovespa encerra em nova queda de 2,26%

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) encerrou em baixa pelo segundo dia seguido nesta quarta-feira (3). O Ibovespa (principal índice da Bolsa paulista) caiu 2,26%, aos 56.017,22 pontos. Este é o menor valor para fechamento desde 3 de setembro de 2009, quando fechou a 55.707,17 pontos. O prejuízo acumulado no ano já é de 19,17%.

No mesmo dia, o dólar comercial também fechou desvalorizado a 0,42%. A moeda norte-americana ficou cotada a R$ 1,561 na venda. Nesta momento, a Bovespa reflete as baixas no mercado intencional, que está receoso por conto do risco de estagnação do crescimento global.

Nos papéis com maior liquidez do Ibovespa, a ação preferencial de Vale (VALE5) teve queda 2,66%, a R$ 43,61, e a ação equivalente de Petrobras (PETR4) perdeu 2,96%, a R$ 22,29. O destaque ficou por conta do papel da Gol (GOLL4) teve a maior desvalorização do índice, 8,14%, a R$ 10,84, e acumulou baixa de quase 30% em apenas quatro dias após revisar as estimativas para o ano.

No mercado Internacional, as bolsas dos Estados Unidos subiram. O índice Dow Jones Industrial, da Bolsa de Nova York, encerrou em alta de 0,25%, aos 11.896,21 pontos, e o indicador S&P 500 aumento 0,5% e o índice composto da bolsa eletrônica Nasdaq cresceu 0,89%.

As bolsas europeias encerraram o pregão em queda. A maior perda foi do principal índice da Bolsa de Londres, o Footsie-100, que perdeu 2,34%, a 5.718,14 pontos. Já a bolsa de Frankfurt, caiu 2,30%, a Bolsa de Paris teve queda de 1,93%.