Publicado em: segunda-feira, 22/08/2011

Botão ‘curtir’ do Facebook passa a ser ilegal em sites vinculados ao governo alemão

O governo da Alemanha declarou nesta sexta-feira (19) que o botão ‘curtir’ do Facebook, que pode ser adicionado a qualquer site hospedado em endereços virtuais referentes a diversos lugares do mundo, infringe a legislação do país referente à questão dos direitos de privacidade. Por conta disso, o ‘curtir’ do Facebook se tornou ilegal no país. Os argumentos para justificar tal medida defendem que ao clicar no botão, os dados do usuário ficam salvos e podem ser rastreados posteriormente.

Além do fato de violar as leis de privacidade da Alemanha, o governo do país afirmou que o mesmo problema também vai contra as determinações da União Europeia (UE). Ao mesmo tempo, o Facebook rejeita tais acusações, pois garante que qualquer informação relativa a um IP específico passa a ser deletada depois do período de 90 dias, tempo padrão para armazenar as informações da rede social. Por conta da conclusão do governo alemão, os sites estaduais referentes ao domínio do governo de Schleswig-Holstein devem remover o botão ‘curtir’ (ou ‘like’, em inglês) das suas páginas.

O prazo para que a determinação seja cumprida é até o dia 30 de setembro. Aqueles que não seguirem com o prazo estipulado podem ser multados no valor de até €50,000 euros, valor que representa, aproximadamente, U$72,000 dólares.

Agora, resta a dúvida quanto a como o governo vai lidar com a publicação do botão em sites desvinculados ao governo. Por enquanto, somente os oficiais foram orientados a removerem o símbolo do Facebook, pois acredita-se que o governo não teria como multar todos os outros sites acessíveis na Alemanha.