Publicado em: quinta-feira, 22/08/2013

Botafogo oferece ajuda a Adriano, mas nega que irá contratá-lo

Botafogo oferece ajuda a Adriano, mas nega que irá contratá-loO Botafogo estaria conversando com os representantes de Adriano Imperador. No entanto, de acordo com as informações do clube carioca, o teor das conversas nada tem a ver com a contratação do atleta. De acordo com o vice-presidente do Botafogo, o time quer apenas ajudar Adriano como pessoa, não como atleta. Segundo informações dadas por ele, o empresário de Adriano procurou o dirigente de futebol do clube para buscar ajudar em exames que podem revelar qual é o real estado de Adriano.

O Imperador, que já passou pela seleção brasileira, além de times como Inter de Milão, São Paulo e Flamengo, operou o tendão do pé esquerdo, que já foi operado por duas vezes e continua apresentando problemas.

Como o empresário e o dirigente de futebol do clube carioca são amigos de infância, o time autorizou que os exames de Adriano fossem feitos, já que eles não poderia negar ajuda a uma pessoa, não só por ele ser um atleta. Para o vice-presidente do Botafogo, Adriano precisa se recuperar para a vida e não só para o futebol.

Apesar da ajuda, o dirigente fez questão de salientar que não há a mínima chance do Botafogo fazer a contratação de Adriano, já que o atleta já está quase se aposentando, encerrando sua carreira dentro do mundo do futebol.

Além de apresentar problemas no pé esquerdo, Adriano tem problemas disciplinares relacionado ao consumo excessivo de álcool, que tendem cada vez mais impedir que ele volte aos campos como jogador.

Afastado dos campos

Adriano Imperador está sem jogar como atleta profissional desde março do ano passado, quando estava jogando pelo Corinthians. Depois disso, ele foi desligado do clube paulista por faltar sucessivas vezes às sessões de fisioterapia para a sua recuperação. Depois de uma nova cirurgia em abril do mesmo ano, o Flamengo cuidou de Adriano e contratou o atleta, mas sob a condição que ele não faltasse ao tratamento. No entanto, Adriano não cumpriu o que estava no contrato e foi desligado também do time carioca.