Publicado em: quarta-feira, 25/04/2012

“Borat” recebe agradecimento do Cazaquistão por estímulo ao turismo

O humorista e ator Sacha Baron Cohen recebeu agradecimentos do governo do Cazaquistão por ter promovido o estímulo ao turismo do país. Sacha Baron Cohen ficou famoso mundialmente pelo seu personagem Borat. Em 2006, o filme “Borat – o segundo melhor repórter do glorioso país Cazaquistão viaja à América” foi lançado, no entanto sua exibição foi proibida pelas autoridades do país.

Porém, passados tantos anos, o ministro das Relações Exteriores do Cazaquistão, Yerzhan Kazykhanov, afirmou que o país está agradecido ao personagem por ter trazido tantos turistas para conhecerem a região. Segundo o ministro, o número de vistos cresceu em dez vezes.

Filme

O filme estrelado por Sacha Baron Cohen narra a história de Borat Sadiyev, um repórter do Cazaquistão que vai até os Estados Unidos atrás da atriz Pamela Anderson. As autoridades locais decidiram censurar o filme por acreditavam que ele mostrava o país como se fosse machista, além de primitivo e também racista.

O protagonista do filme costumava se vangloriar na película sobre seus casos de estupro e incesto. O governo do país não autorizou a comercialização dos DVDs do filme de Borat, e também não permitiu que os internautas do país tivessem acesso ao longa.