Publicado em: sábado, 27/10/2012

Bondinho do Pão de Açúcar recebe homenagem do Google neste sábado

Bondinho do Pão de Açúcar
27/10/2012 12:32 – Bondinho do Pão de Açúcar e o Rio de Janeiro está em festa neste sábado, dia 27 de outubro de 2012. Isso porque um dos seus cartões postais mais conhecidos no mundo todo está completando mais um aniversário. Hoje faz 100 anos que o Bondinho do Pão de Açúcar foi inaugurado na capital fluminense. Por conta disso, o Brasil todo também está comemorando o centenário de um dos pontos turísticos mais famosos de todo o nosso país e que é conhecido no mundo todo.

E como não poderia deixar de ser, o Google, um dos maiores sites de buscas na internet do mundo inteiro, prestou uma homenagem para este famoso lugar no Rio de Janeiro e está veiculando em sua página inicial um doodle que celebra o aniversário deste cartão postal brasileiro, o Bondinho do Pão de Açúcar. Por isso, quem acessa a página do Google neste sábado, poderá ver no lugar do seu tradicional logo uma imagem bastante colorida uma imagem animada que representa o Pão de Açúcar e o seu bondinho, que leva até o ponto mais alto do morro. Ao fundo, é possível ver ainda o Morro do Cristo Redentor, outro ponto muito visitado por turistas brasileiros e de outras partes do mundo que vão até o Rio de Janeiro e usam o Bondinho do Pão de Açúcar.

Na imagem, cujas formas remetem as letras que formam a palavra Google, há ainda uma referência às praias da cidade, onde uma pessoa se exercita em suas areias, enquanto uma moça toma sol. No mar, inúmeros barcos que remetem a paisagem real do local.

De acordo com as informações fornecidas pela administração do Bondinho do Pão de Açúcar, nesses 100 anos cerca de 40 milhões de pessoas estiveram no local e utilizaram o serviço do bondinho no morro do Pão de Açúcar.

Sobre a viagem, o Bondinho do Pão de Açúcar tem a capacidade de transportar 65 pessoas até o morro. De todos os passageiros que estiveram no lugar, o número de visitantes de brasileiros e pessoas do resto do mundo é quase equilibrada. Enquanto o percentual de pessoas naturais do Brasil que visitaram o Pão de Açúcar foi de 53%, enquanto os estrangeiros vindos de todas as partes do mundo correspondem a 47% do total de pessoas que já estiveram no local.

Uma pessoa adulta paga R$ 53 para andar no Bondinho do Pão de Açúcar. Já as crianças que possuem idade entre seis e doze anos, pagam R$ 26. Já quem tem menos de seis anos entra de graça. A meia entrada, por sua vez, é válida para quem tem mais de 60 anos, menos de 21 anos ou que é portador de alguma deficiência física.

Quem chega ao alto do morro com o Bondinho do Pão de Açúcar, pode ver a incrível paisagem do Rio de Janeiro, que não a toa é chamada de Cidade Maravilhosa. É possível ver o mar, suas praias, parte da cidade, o Cristo Redentor ao fundo nos mirantes do local que ainda conta com uma estrutura completa como banheiros, lojas, restaurante, museu e muito mais.

Bondinho do Pão de Açúcar transportou mais de 40 milhões de pessoas

Bondinho do Pão de Açúcar

O bondinho do Pão de Açúcar já transportou mais de 40 milhões de pessoas, tendo capacidade de carregar 65 por vez. O percurso total leva cerca de 3 minutos para a realização de cada trecho. Em períodos de alta temporada, o Bondinho do Pão de Açúcar chega a levar em média seis mil pessoas.

O Google está sempre comemorando datas importantes, aniversários de personalidades e invenções com um design diferente na sua página inicial. O primeiro doodle foi criado em 1998, quando os dois fundadores do Google estavam participando de um festival de contracultura e queriam indicar para os usuários que eles estavam fora do escritório.

O sucesso dessa primeira tentativa foi tão grande, que atualmente o Google possui uma equipe organizada com designers que trabalham apenas na criação de homenagens comemorativas da página inicial, resultando na criação de mais de 700 doodles em todo o mundo e mais 300 somente nos Estados Unidos.

O centenário de uma dos mais conhecidos cartões postais do Rio de Janeiro tem movimentado a cidade, já que a atração turística representa um dos mais antigos teleféricos de todo o mundo, sendo o primeiro do Brasil. No dia de hoje, o Morro do Pão de Açúcar deve receber mais de cinco mil pessoas. Na festa, que acontece hoje, a expectativa é que mais de duas mil fatias de bolo sejam distribuídas.

A bilheteria do Bondinho do Pão de Açúcar contará ainda com um contador, que depois de 100 passos, quando chegar o centésimo visitante, este ganhará uma lembrancinha especial. Para amanhã, a comemoração continua. Está prevista a abertura de uma exposição com projeções e fotos da construção e inauguração do teleférico.

O Bondinho do Pão de Açúcar há 100 anos liga o Morro do Pão de Açúcar ao Morro da Urca, na Zona Sul carioca. Apesar de agradar aos turistas, a idéia inicial chegou a ser considerada uma loucura, quando o engenheiro Augusto Ferreira Ramos, em 1909, apresentou o projeto, teve muita dificuldade em convencer os investidores que um transporte pudesse atravessar o espaço entre os dois morros, carregando mais de 50 pessoas por vez.

Três anos depois, o teleférico carioca estava pronto. Tanto era sua semelhança com o bonde convencional, que o apelido Bondinho do Pão de Açúcar pegou rapidamente. Os bondinhos foram reformados em 1972, ganhando um cristal azulado e visão panorâmica, transportando já 75 pessoas por vez, em viagem de 3 a 4 minutos.

A primeira linha tem 528 metros e segue até o topo do morro da zona sul. A segunda linha chega a 396 metros, levando até o alto do Pão de Açúcar.

Para comemorar o seu aniversário de 100 anos, o Bondinho do Pão de Açúcar funcionará até mais tarde, com viagens extras.

Bondinho do Pão de Açúcar despertava desconfiança das pessoas

Bondinho do Pão de Açúcar

Logo no início ele era visto com desconfiança e os críticos davam risada quando comentavam sobre este projeto do Bondinho do Pão de Açúcar. 100 anos depois não dá para imaginar como seria a imagem do Rio de Janeiro sem a estrutura. A estimativa dos técnicos é que mais de 40 milhões de pessoas já foram transportadas e puderam apreciar do alto a exuberância da beleza da cidade. Hoje, comemorando seu centenário, ele acabou se tornando uma referência no turismo do país.

Sua estrutura comporta transportar 65 pessoas por vez e o percurso leva apenas três minutos em cada trecho. Em alta temporada o Bondinho do Pão de Açúcar chega a transportar 6 mil pessoas por dia, e em épocas com menor taxa de turismo ele transporta 2 mil pessoas. No mês de janeiro desse ano a estimativa de pessoas cresceu muito, em comparação ao mesmo período em outros anos, subindo de 6 para quase 10 pessoas apenas no dia 2 de janeiro.

De todos os passageiros que são transportados, 53% são brasileiros e os 47% restantes ficam aos estrangeiros que estão apenas de passagem pelo Rio.

Para andar no Bondinho do Pão de Açúcar o adulto precisa pagar R$ 53 reais e as crianças de 6 a 12 anos pagam R$ 26 reais. Os menores de 6 anos não pagam entrada. Todas as pessoas que tem mais de 60 anos ou com algum tipo de deficiência física, além dos menores de 21 anos podem pagar meia entrada. Assim que chegam no alto do morro, as pessoas que utilizam o bonde podem ver a vista magnífica do Rio de Janeiro, mais especificamente da Bahia de Guanabara.
Hoje, para ilustrar a data serão distribuídas 2 mil fatias de bolo para os visitantes do Bondinho.

Doodles do Google

Bondinho do Pão de Açúcar

Os doodles foram uma maneira divertida e criativa do Google, o maior motor de buscas na internet mundial, prestar uma homenagem para aquelas pessoas ou fatos que foram relevantes na história de um determinado país ou de todo o mundo. Assim, periodicamente um novo doodle é exibido em sua página inicial, no lugar onde geralmente é exibida a sua marca.

A imagem tem diversos elementos, como cores e formas, que remetem a logo utilizada pelo site. Além disso, em alguns casos, os doodles são interativos e podem contar com a participação do internauta para o seu funcionamento.